Blog da EZ Commerce

Saiba tudo sobre funil de vendas no e-commerce



Atrair clientes é o que toda empresa deseja. E ter por perto aqueles que realmente se interessam pela sua marca (e têm fortes intenções de compra) pode ser o grande diferencial para o negócio.

Para converter uma venda, muitas vezes é preciso utilizar diversos recursos diferentes que envolvem estratégias de marketing, o próprio atendimento ao cliente e, claro, a qualidade do produto. Mas nem sempre essas condições se mostram favoráveis à sua loja e, por isso, é importante que o seu funil de vendas esteja funcionando de forma equilibrada, para que as suas vendas cresçam gerando conversões e lucros.

O caminho que o cliente percorre para finalizar uma compra pode ser longo e envolver diversas ações. E você precisa entender que não basta (principalmente para o faturamento do seu e-commerce) o tempo ou o grau de envolvimento do consumidor com a marca se essas ações não forem convertidas em vendas. E é aí que surge o questionamento: como fazer com que o consumidor se torne um cliente, fiel à empresa, e realize compras ?

A resposta pode ser mais simples do que você imagina: aposte na construção de um funil de vendas estratégico e eficiente. Para que isso aconteça é preciso que a sua empresa se envolva com diversos fatores determinantes para o sucesso do seu negócio. O primeiro deles é conhecer a jornada de compra do cliente, que, em geral, é constituída por quatro etapas:

1. Aprendizado e descoberta: o comprador ainda não sabe muito bem o que deseja e é preciso despertar o interesse dele por algum assunto e fazer com que perceba que tem um problema ou uma boa oportunidade de negócio.

2. Reconhecimento do problema (e da necessidade de adquirir algo para solucioná-lo): nesta etapa o comprador identifica que tem um problema/oportunidade de negócio e começa a pesquisar mais sobre esse problema e sobre possíveis soluções.

3. Consideração da solução: depois de identificar algumas possíveis soluções para resolver aquele problema, o consumidor começa a avaliar essas alternativas. Nesta etapa, é importante também conseguir criar um senso de urgência grande junto ao comprador (oferecer os produtos, fazer com que os artigos da loja sejam encontrados e vistos pelo consumidor). Caso contrário, ele pode apenas identificar que tem uma solução para o problema dele, mas não se empenhar tanto assim em resolvê-lo.

4. Decisão de compra: aqui o comprador decide qual das opções é melhor para seu contexto. É importante nesta etapa ressaltar os diferenciais competitivos de cada uma das soluções.

Ao conhecer a sua jornada de compra é possível garantir que as etapas de venda aconteçam de maneira correta e a empresa invista tempo nos prospects certos para a marca. Depois, para ter ainda mais sucesso, é preciso que a empresa ofereça as informações necessárias para convencer o cliente da sua necessidade de compra.

O funil de vendas pode fazer mais por você


Trabalhar com um funil de vendas possibilita que as áreas de marketing e vendas atuem de forma alinhada, gerando eficiência na conquista de clientes. A plataforma da EZ Commerce, por exemplo, oferece diversos recursos para que esses setores exerçam suas atividades de forma efetiva no mercado de e-commerce (e auxiliem a estratégia do funil de vendas da empresa). A plataforma permite, por exemplo, que você conheça melhor o cliente reunindo informações sobre ele, os produtos comprados, as formas de pagamento utilizadas e a entrega preferida, em uma interface prática e intuitiva.

A estratégia de seguir o cliente desde o momento em que ele toma conhecimento dos produtos vendidos pela sua loja até a finalização da compra parece interessante, certo? Portanto, continue conosco, aprenda como usar o funil de vendas e saiba quais são as ferramentas que podem ajudar nesse processo.

A essência de tudo é induzir os consumidores a comprarem os seus produtos. E é certo que cada um deles passará pelas quatro etapas destacadas acima. Ou seja, pelos quatro níveis do funil de vendas, que separam aqueles consumidores visitantes (que não estão interessados em contatar a empresa e não sabem que tipo de empresa desejam contatar), dos leads (pessoas que já conhecem a sua empresa e desejam descobrir qual a melhor solução para o seu problema), da oportunidade (momento em que podem ser abordados pelo time de vendas), daqueles clientes já fidelizados (e convertidos).

Quando as quatro etapas do funil são pensadas para funcionarem de maneira integrada, o processo de transformação de leads em clientes é muito mais rápido. E agora que você já conhece os possíveis perfis de consumidores é preciso realizar o melhor planejamento para a sua marca conquistar esses consumidores.

Entenda como aplicar o funil:


Para aplicar o funil de vendas é preciso, primeiramente, realizar um plano de marketing digital que envolva a análise de mercado, o público-alvo e as pessoas que visitam a sua loja, pesquisa de palavras-chave, valor de investimento da campanha, ferramentas e canais disponíveis para publicação. Depois, é importante acompanhar os seus consumidores em potencial, visualizando todas as etapas do funil. Com essas informações em mãos, as equipes de marketing e vendas conseguem agir de maneira precisa com a construção de campanhas, promoções e outras ofertas diferenciadas.

Para facilitar o armazenamento desses dados e facilitar o fluxo de informações do seu funil de vendas (do primeiro ao último nível) é possível utilizar uma ferramenta como um Customer Relationship Management (CRM), no Brasil chamado de Gestão de Relacionamento com o Cliente, onde você gerencia e analisa as interações com os seus consumidores, antecipa suas necessidades, otimiza a rentabilidade, aumenta as vendas e a assertividade de suas campanhas de captação de novos clientes.

Logo após, você pode realizar uma mensuração de resultados e verificar o desempenho do seu negócio ao utilizar a estratégia do funil de vendas. Se ele estiver baixo, é possível fazer ajustes. Se ele estiver alto, siga em frente conquistando consumidores oferecendo o melhor da sua loja virtual.

Gostou? Contate a EZ Commerce e conheça os melhores recursos para criar estratégias de marketing e vendas.

cta-blog-funil-vendas

Entenda o que é o funil de vendas e a jornada do cliente

Post-blog-Entenda o que é o funil de vendas e a jornada do cliente

O avanço das soluções tecnológicas e a popularização do acesso à internet abriram inúmeras portas para quem deseja trabalhar com e-commerce. Hoje em dia, existem milhares de lojas on-line espalhadas na grande rede, algumas voltadas para um determinado segmento, outras, empresas que aglomeram vários itens e serviços em um mesmo espaço virtual.

Para que as empresas consigam ampliar sua presença na web, é indispensável que exista muito planejamento. Afinal, a concorrência é crescente, e é necessário superá-la, a fim de atrair mais clientes e conseguir bons resultados.

Por meio da ideia de funil de vendas e com o conceito de jornada do cliente, é possível fazer com que os e-consumidores se interessem cada vez mais pelos seus produtos, até se tornarem consumidores fiéis da marca. Quer saber o que é e como utilizar o funil de vendas e a jornada do cliente a seu favor? Então continue a leitura deste post!

O que é o funil de vendas?


Você quer mesmo bons resultados? Então deverá acompanhar o seu cliente durante todo o processo, desde o momento em que ele conhece o seu produto até o instante da compra. O funil de vendas é um modelo estratégico que faz parte do inbound marketing, pelo qual se pode identificar o ponto exato em que o consumidor está dentro do processo de relacionamento com a empresa e a compra do produto.

O sales pipeline, como também é conhecido em inglês, evidencia as etapas da venda de produtos para os clientes. Conhecendo as fases e o comportamento que as pessoas exibem em cada uma, fica muito mais fácil planejar a relação com elas e guiá-las até o fechamento do pedido.

O funil de vendas pode servir como suporte, um excelente auxílio para o usuário durante a compra. O processo bem elaborado deve fazer com que os consumidores sintam a facilidade e o contentamento de comprar os produtos na sua loja virtual.

Para entender exatamente como o modelo de funil de vendas trabalha, vale a pena considerar como funciona a jornada de compra.

O que é a jornada de compra do consumidor?


Antes do consumidor se decidir pela compra, ele passa pela chamada jornada do cliente. Essa trajetória consiste nos passos básicos pelos quais o cliente em potencial deve seguir, de forma que perceba a necessidade ou as vantagens na obtenção de um produto ou serviço para sua vida.

Ela funciona perfeitamente com um determinado perfil ou nicho de consumidores. Isso ocorre porque a tendência é que as pessoas possuam as mesmas características básicas nos instantes que antecedem uma compra.

A jornada do cliente é composta por 4 etapas:


Etapa 1: aprendizado e descoberta


Em um primeiro momento, o consumidor ainda não descobriu ou não enxergou a necessidade de um produto. Também pode não ter percebido uma oportunidade de negócio. Na primeira etapa da jornada, é preciso despertar, naquele consumidor, o interesse por determinado assunto. Dessa forma, será mais fácil guiá-lo até o produto final.

Etapa 2: reconhecimento do problema


Após algumas influências de aprendizado e descoberta, o consumidor percebe que ele precisa solucionar um problema que até então não sabia que era tão grande ou não compreendia que existia. Ele começa a perceber que aquela demanda possui algumas soluções simples. Nessa etapa, surge um interesse maior da parte do comprador em potencial, fazendo com que ele pesquise mais sobre o assunto.

Etapa 3: consideração da solução


Sabendo que ele possui um problema e precisa resolvê-lo, o consumidor começa a considerar a solução ideal para sua demanda. Depois de algumas pesquisas on-line, é natural ter se deparado com inúmeras soluções viáveis. É aqui que a empresa encerra a educação do cliente, mostrando que apresenta o melhor recurso para o problema.

Assim, a ideia é que, na terceira etapa, o consumidor já saiba que possui um problema e qual é a sua devida solução. Se não houver uma relação apropriada com ele, o consumidor não vai buscar o produto que você colocou no mercado e a história do seu potencial cliente vai acabar aqui.

Etapa 4: decisão de compra


Quando o consumidor chega à quarta etapa da jornada de compra, significa que está bastante interessado em adquirir a solução que a empresa apresenta. O ideal é mostrar as vantagens competitivas em relação ao mercado para conseguir conquistar esse consumidor.

Quais são as etapas do funil de vendas?


O funil de vendas é uma técnica valiosa para acompanhar os consumidores até a compra final. Conhecendo a jornada do cliente, esse processo fica muito mais intenso e verificável, de modo a permitir que os possíveis clientes se tornem mais qualificados e as chances de compra sejam potencializadas.

Em outras palavras: de nada adianta trabalhar o consumidor dentro de um funil de vendas se você ainda não conhece bem a sua jornada de compra.

Conhecendo a jornada do cliente no seu e-commerce, é hora de entender como funciona cada etapa do funil de vendas:

Topo do funil


O topo do funil é a parte em que os consumidores em potencial ainda não sabem que precisam dos seus produtos ou serviços. Essa etapa tem como termo-chave a ideia de “conscientização”.

Aqui, a pessoa ainda não é considerada um cliente. Afinal, nem reconhece que precisa dos seus produtos. A função dessa etapa do funil é fazer com que o consumidor tenha o seu interesse despertado sobre os seus negócios.

É no topo do funil que os e-commerces de sucesso conseguem atrair novos clientes futuros, ou seja, essa é a estratégia para gerar mais leads. Por esse motivo, trabalhe com o conteúdo e outras técnicas que despertem o interesse do seu futuro consumidor e que sirvam como ponte para seus produtos.

Meio no funil


Quando o consumidor acaba criando algum interesse pelo que é oferecido, ele avança para o meio do funil. Nessa etapa, é bem provável que ele já tenha percebido que tem um problema e que precisa de uma solução.

Esse é o momento em que ele fica na dúvida se compra ou não o produto. Quando não possui estímulos suficientes, acaba desistindo da compra e para de avançar ao longo do funil. Porém, quando recebe as informações adequadas, o desejo de comprar o produto aumenta.

Fundo do funil


É quando o consumidor tem o interesse real de comprar seu produto ou serviço, mas ainda pode escolher outra empresa que tenha o mesmo item à venda.

É importante, então, que você se utilize dos seus diferenciais competitivos para conseguir fisgar de vez a confiança desse consumidor e fazer com que, finalmente, ele concretize a aquisição — no seu e-commerce, e não na loja do concorrente.

Em resumo, as três etapas do funil de vendas fazem com que o consumidor tenha interesse pelos seus produtos ou serviços e efetivem a compra. Para que o método tenha êxito, é preciso trabalhar com seus leads qualificados.

Algumas dicas podem ajudar muito na hora de fisgar ainda mais a atenção dos seus clientes em potencial. Uma delas é o uso apropriado de CTAs. Sabe o que é isso? Entenda o que é CTA e como usá-lo para aumentar suas vendas clicando aqui!

CTA