Blog da EZ Commerce

Entenda o que é o funil de vendas no e-commerce e saiba como aplicá-lo para aumentar a conversão

entenda-o-que-e-o-funil-de-vendas-no-e-commerce-e-saiba-como-aplica-lo-para-aumentar-a-conversao

Por Maurício Correa*

Atrair novos clientes é o que toda empresa deseja. Mas manter por perto aqueles que realmente se interessam pela marca e têm elevadas intenções de compra pode ser o grande diferencial para alavancar um negócio.

Para converter uma venda, o comerciante recorre a uma série de ações que partem da estratégia de marketing, passam pelo atendimento ao cliente e chegam à qualidade do produto final. Mas nem sempre essas ações trazem resultados para a loja, por diversas interferências. A questão central, aqui, é, afinal, como fazer com que o consumidor se torne um cliente fiel da empresa e siga realizando suas compras no mesmo endereço eletrônico?

É aí que entra em cena uma ferramenta cada vez mais necessária para a garantia de conversões e lucros no e-commerce: o funil de vendas.

Para construir um funil de vendas estratégico e eficiente, é preciso que a sua empresa se envolva com diversos fatores determinantes para o sucesso do seu negócio. O primeiro deles é conhecer a jornada de compra do cliente, que, em geral, é constituída por quatro etapas:

  1. Aprendizado e descoberta: O comprador ainda não sabe muito bem o que deseja e é preciso despertar o interesse dele por algum assunto e fazer com que perceba que tem um problema ou uma boa oportunidade de negócio.
  2. Reconhecimento do problema e análise de soluções: Nesta etapa, o comprador identifica que tem um problema/oportunidade de negócio e começa a pesquisar mais sobre esse problema e sobre possíveis soluções.
  3. Consideração da solução: Depois de identificar algumas possíveis soluções para resolver aquele problema, o consumidor começa a avaliar essas alternativas. Nesta etapa, é importante também conseguir criar um senso de urgência grande junto ao comprador, oferecendo os produtos e fazendo com que os artigos da loja sejam encontrados e visualizados pelo consumidor. Caso contrário, ele pode apenas identificar que tem uma solução para o problema dele, mas não se empenhar tanto assim em resolvê-lo.
  4. Decisão de compra: Aqui o comprador decide qual das opções é melhor para seu contexto. É importante nesta etapa ressaltar os diferenciais competitivos de cada uma das soluções.

Quando todas as etapas do funil são pensadas para funcionarem de maneira integrada, o processo de transformação de leads (pessoas que já conhecem a sua empresa e desejam descobrir qual a melhor solução para o seu problema) em clientes é muito mais rápido. Após conhecer os possíveis perfis de consumidores, é preciso realizar o melhor planejamento para a sua marca conquistar esses consumidores.

Para aplicar o funil de vendas é preciso, primeiramente, realizar um plano de marketing digital que envolva a análise de mercado, o público-alvo e as pessoas que visitam a sua loja, pesquisa de palavras-chave, valor de investimento da campanha, ferramentas e canais disponíveis para publicação. Depois, é importante acompanhar os seus consumidores em potencial, visualizando todas as etapas do funil. Com essas informações em mãos, as equipes de marketing e vendas conseguem agir de maneira precisa com a construção de campanhas, promoções e outras ofertas diferenciadas.

No âmbito tecnológico, contar com uma plataforma de e-commerce ajuda a conhecer o cliente reunindo informações como os produtos comprados, as formas de pagamento utilizadas e a entrega preferida, em uma interface prática e intuitiva. Para facilitar o armazenamento desses dados e facilitar o fluxo de informações, é possível integrar com uma ferramenta de Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM, em inglês), que permite gerenciar e analisar as interações com os consumidores e antecipar suas necessidades, otimizando a assertividade de suas campanhas de captação de novos clientes e a rentabilidade da loja.

Por fim, ao realizar uma mensuração de resultados, é possível verificar o desempenho do seu negócio. Se ele estiver baixo, é o momento de identificar em qual parte do funil é necessário fazer ajustes. Se ele estiver alto, siga em frente na conquista de novos consumidores oferecendo o melhor da sua loja virtual.

*Maurício Correa é diretor Comercial e de Marketing do Digital Commerce Group – DCG, empresa especializada em tecnologia e consultoria para lojas virtuais, detentora das plataformas EZ Commerce, CORE e Octopus.

Saiba quais são as 7 tendências do varejo on-line

portrait of young woman looking throught a binoculars

Saiba quais são as 7 tendências do varejo on-line

Por Maurício Correa*

O e-commerce é um dos segmentos mais saudáveis da nossa economia, movimentando R$ 53,4 bilhões em 2016, um aumento equivalente a 11% em relação ao ano anterior. Com a alta, é natural que novos empreendedores sintam-se atraídos por esse mercado e decidam abrir um negócio online, acirrando ainda mais a concorrência entre as lojas virtuais já existentes. Neste cenário, para se manter competitivo, é essencial acompanhar e implementar com rapidez as tendências que referenciam e criam linhas de base para o varejo digital como um todo. Novas tecnologias têm contribuído para que clientes tenham experiências mais ricas, e que ofereçam rentabilidade aos varejistas.

Abaixo, listamos sete tendências para o lojista acompanhar de perto e sair na frente:

Compras on-line serão o novo status quoÀ medida que o varejo começa a perceber que os clientes dão preferência à conveniência e à comodidade oferecidas pelas compras online, as lojas virtuais trabalham no sentido de individualizar cada vez mais a experiência de compra, com a oferta de produtos relevantes, promoções exclusivas e o atendimento em tempo real.

Análises serão em tempo real – Este tipo de mensuração fornece uma visão aprofundada e de maior alcance sobre conversões e comportamento do cliente. Liderando as mudanças, há softwares como o Kissmetrics, Mixpanel e Hubspot, que permitem rastrear todos os canais de vendas e fontes de conversão possíveis, seguindo-os de suas origens até o resultado final. Essas informações devem ser usadas para melhor entender o comportamento de compra dos clientes e realizar as alterações necessárias para aumentar conversões.

Atendimento ao clientes será em live action Quanto mais engajados estiverem os consumidores, maiores as chances de realizarem uma compra. Para isso, existem diversas interações que podem ser realizadas ao vivo, como citar nominalmente os clientes no blog, responder perguntas por meio de vídeos ou postagens no blog, atualizá-los por e-mail, newsletter ou redes sociais, postar conteúdos relevantes com frequência, otimizar interação na loja e enviar ofertas especiais aos clientes mais fiéis. Softwares de atendimento, como o Zendesk, possibilitam uma interação ativa, por meio de perguntas e respostas em tempo real, em diversos canais, como chat on-line, redes sociais, chamadas telefônicas e SMS, inclusive durante o processo de compra, para auxiliar os consumidores não acostumados ou inseguros.

O uso de dispositivos móveis atingirá novas alturas – Cada vez mais, as pessoas estão utilizando smartphones e tablets para efetuar compras on-line. Porém, todo o potencial que esse novo mercado abre, está, ainda, longe de ser explorado satisfatoriamente. Os dispositivos servirão de catalisadores para levar as empresas a uma nova era, em que o foco estará voltado para a satisfação do cliente. Todo varejista deverá investir em plataformas de e-commerce que estimulem a aproximação dos consumidores.

Vendas serão ancoradas nas redes sociais Ferramentas como a Soldsie permitem obter valiosas referências de alta conversão a partir de redes sociais, ajudando o lojista a melhorar seu ROI. Já a Curalate possibilita a medição das vendas originadas das plataformas mais visuais, como o Instagram e Pinterest, com algoritmos que identificam imagens e quantificam a presença da empresa nessas redes, além de comparar o desempenho perante a concorrência e descobrir usuários mais ativos.

Entregas no mesmo dia devem estabelecer um novo padrão – Muitos varejistas já perceberam que boa parcela dos consumidores gosta de receber o item rapidamente, ainda que eles paguem mais por isso. Entretanto, antes de oferecer esta opção, é essencial analisar o público-alvo, suas demandas e a atual infraestrutura de entrega. Se for possível realizar um investimento para oferecer esse diferencial, realmente valerá a pena. Caso contrário, deve ser considerada uma opção em longo prazo.

Small Data será tendência estratégica Se a aplicação de Big Data já está consolidada ao contribuir para melhorias na comercialização e na comunicação com clientes on-line de maneira quantitativa, por meio da coleta de dados em larga escala, o conceito de Small Data ganha mais espaço para se concentrar nos pequenos detalhes. É como um garimpo minucioso das informações geradas por meio de Big Data para captar percepções dos clientes, entender como pensam e suas motivações intrínsecas. O foco é qualitativo e visa a obter insights inéditos e exclusivos.

Tudo isso deve ser levado em consideração para estar sempre à altura de clientes, cada vez mais bem informados e exigentes. Ao lado dessas tendências, é importante lembrar que a única constância em tecnologia é a mudança e, nesse cenário, contar com uma plataforma de e-commerce que ofereça recursos para uma gestão completa e integração em diferentes marketplaces torna-se essencial para enfrentar os próximos desafios.

*Maurício Correa é diretor Comercial e de Marketing do Digital Commerce Group – DCG, empresa especializada em tecnologia e consultoria para lojas virtuais, detentora das plataformas EZ Commerce, CORE e Octopus.

Azul para conscientizar: DCG promove ação interna para debater Autismo

post-blog-autimo

No Dia Mundial de Conscientização do Autismo, empresa de tecnologia para lojas virtuais convoca seus colaboradores a refletirem sobre o tema


O Dia Mundial de Conscientização do Autismo é celebrado anualmente no dia 2 de abril. A data foi criada com o intuito de conscientizar a população sobre o autismo, um transtorno no desenvolvimento do cérebro que afeta cerca de 70 milhões de pessoas no mundo inteiro. Em decorrência da data, o Digital Commerce Group (DCG), fornecedor de tecnologia para lojas virtuais, chama a atenção de seus colaboradores para a importância do tema com ações internas.

A exemplo do Novembro Azul, que utiliza o mês para alertar sobre o câncer de próstata, o Dia Mundial de Conscientização do Autismo também é utiliza a mesma cor para derrubar preconceitos sobre o transtorno e até evidenciar habilidades profissionais que uma pessoa com autismo tem, como alta concentração, ótima memória e capacidade de identificar padrões. Para isso, o DCG, convocou sua equipe a usar camisetas azuis, no dia 31 de março, para refletir sobre a questão que ainda é tabu na sociedade e, principalmente, no âmbito organizacional.

Para Maurício Correa, Diretor Comercial e de Marketing do DCG, o assunto ainda é pouco explorado nas escolas e no ambiente corporativo, na maioria das vezes, por falta de informação. “Queremos conscientizar a equipe, seus familiares, parceiros e clientes, e esperamos que todos os colaboradores abracem a causa. O Brasil avançou nos últimos anos e tivemos algumas conquistas importantes na saúde e para a inclusão dos autistas na sociedade. Porém, precisamos avançar ainda mais e, para isso, é preciso educar. É importante mostrar para a sociedade o que é o autismo e como funciona o cotidiano dessas pessoas tão especiais que também podem levar uma vida normal”, afirma o executivo.

Sobre o Digital Commerce Group (DCG)

A EZ Commerce – uma das maiores fornecedoras de soluções para e-commerce do Brasil – mudou seu posicionamento em 2016, após a entrada do fundo CRIATEC II no final de 2015, para formar o grupo DCG (Digital Commerce Group), que tem como foco o desenvolvimento de soluções tecnológicas para a venda digital.

O grupo hoje é detentor de três grandes plataformas do mercado: EZ Commerce, CORE e Octopus. A plataforma EZ Commerce – utilizada por mais de 700 lojas virtuais – é uma das soluções de melhor custo benefício no cenário nacional, aderida por lojas de pequeno e médio porte do país, e atendendo diversos modelos de negócio dentro do varejo e da indústria.

Já o CORE é uma solução mais corporativa que visa projetos e clientes com maior complexidade operacional dentro do B2C, B2B e Omnichannel. Em seu portfólio conta com marcas como: General Eletric (GE), ThyssenKrupp, Piccadilly, Ramarim, Shopfísio e dezenas de outros clientes.

Por último, a plataforma Octopus é uma solução criada com objetivo de integrar o varejo ou a indústria aos maiores marketplaces do mercado – como Mercado Livre, Cnova, B2W, Walmart, Netshoes, Dafiti dentre outros. Esta ação permite que lojistas com ou sem uma loja virtual amplifiquem seus canais de vendas a partir de uma única plataforma. Devido essas funcionalidades, o Octopus recebeu o “Prêmio Mercado Livre de Empreendedorismo” como melhor plataforma de integração.

Além de soluções, o DCG conta com uma equipe técnica e de negócios, especializada em fornecer aos seus clientes total suporte em todas as etapas do negócio, acompanhando seu processo evolutivo mesmo após a implantação total da loja. Com a 25ª colocação no “Ranking de PMEs que mais crescem no Brasil – 2016”, e com unidades em São Paulo e Porto Alegre, o Grupo DCG movimentou mais de R$ 1 bilhão através de suas plataformas neste último ano e se prepara para aumentar ainda mais esse número em 2017.

Informações à imprensa:

NB Press Comunicação
Contato: Gustavo Dezan
e-mail: ezcommerce@nbpress.com
telefone: (11) 3254-6464

Diretor da EZ Commerce é indicado a Melhor Profissional de E-commerce no Prêmio ABComm 2017

premio-abcomm-2017-luizdias

Luiz Dias está entre os finalistas em votação aberta até 31 de março no site da entidade

Desde que surgiu, a EZ Commerce procura se diferenciar da concorrência ao acompanhar o empreendedor desde o primeiro passo de sua caminhada rumo à criação de uma loja virtual bonita, funcional, lucrativa e respeitosa às boas práticas do mercado. Desta forma, a plataforma que vem sendo reconhecida nos últimos anos volta a ficar em destaque na premiação realizada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABComm em 2017 para as principais empresas e profissionais do setor.

Além de concorrer como “Melhor Plataforma”, o diretor de E-Commerce da EZ, Luiz Dias, é finalista da categoria “Melhor profissional de e-commerce”. O executivo foi um dos mais votados entre as 3,6 mil indicações de cases e profissionais que a entidade recebeu em seu site e nas redes sociais entre os dias 6 de fevereiro e 12 de março deste ano. A votação final é aberta e pode ser realizada na página da ABComm até 31 de março.

“Este é um reconhecimento do trabalho realizado pela EZ Commerce, uma das empresas que mais crescem no país, e do Grupo DCG, que vem se tornando um dos líderes no fornecimento de tecnologia e consultoria para o comércio eletrônico brasileiro” , comemora Luiz.

Ele é responsável pela área Sucesso Online da EZ Commerce, que reúne um time de especialistas em varejo online e tecnologia para ajudar os lojistas a alcançar bons resultados operando de acordo com as melhores práticas. Além de consultoria, a área promove cursos, workshops, palestras e treinamento de clientes e canais.

Com experiência de uma década no comércio eletrônico, Dias tem passagens pela Gimba.com, Centauro, Paquetá Esportes e Connect Parts. Também realizou consultorias para outras diversas lojas virtuais, como Bombril, Zelo, Track And Field, Corpo Ideal Suplementos, Cia dos Livros, Estrela 10, Arsenal Car, Lojas Lebes, Maze Skate Shop e My Shop Brasil. Além de palestrante nos principais eventos do setor, é professor da E-Commerce School e idealizador e organizador do E-Commerce Santos.

premio-abcomm-2017-cta-luiz

Aprenda com grandes profissionais do mercado de e-commerce brasileiro

post-blog-comscool

Líder nacional no ensino de negócios digitais, a ComSchool firma parceria com a EZ Commerce,  uma das maiores plataformas de e-commerce do país

Referência em cursos de performance digital, atualmente a ComSchool oferece mais de 100 cursos nas áreas de Marketing Digital, E-commerce, Redes Sociais, Mobile, Marketing e Tecnologia, aonde os alunos aprendem na prática, com nomes de destaque da Internet. Todos os programas têm embasamento pedagógico e são oferecidos em níveis básico, intermediário e avançado com foco na formação de profissionais em comunicação digital.

Para iniciar 2017 com tudo, a ComSchool firmou parceria com a EZ Commerce, empresa especializada em soluções para comércio eletrônico, que atua há quase uma década no mercado brasileiro, sendo uma das maiores plataformas de e-commerce do país.

A parceria tem como objetivo capacitar os profissionais que buscam adquirir conhecimento na área ou aprofundar suas habilidades em operações de vendas pela Internet. Pensando nesse público, a ComSchool disponibilizou um desconto exclusivo para clientes e não clientes da EZ Commerce para o curso de “Gerente de E-commerce e Marketing Digital”, que terá início dia 13 de março, em aulas presenciais e a distância.

Os módulos do curso abordam temas relacionados à logística, operações, estratégias, finanças, tributação, buscadores, redes sociais, marketing digital, estudos de casos, meios de pagamentos, fraudes e gestão, entre outros. Um dos módulos será lecionado por Luiz Dias, Diretor de E-Commerce da empresa EZ Commerce. Ele apresentará o módulo de Planejamento e gestão dos KPIs de E-Commerce.

A expectativa é atrair e capacitar diversos públicos de diferentes segmentos do mercado virtual e revolucionar esta área que necessita de profissionais qualificados para atender a grande demanda de vendas, consolidando a presença digital da marca.

desconto de 15%

Integração EZ Commerce e ERP: O que você precisa saber

Post-blog-Integração EZ Commerce ERP O que você precisa saber

Quando pensamos em Loja Virtual, é quase inevitável não pensarmos na EZCOMMERCE. De fato, a plataforma começou a ser disseminada por conta de sua importante variável de de planos comerciais, que se adequaram muito bem ao bolso e ao perfil de negócio da PME brasileira. Tanto que nossos clientes já realizaram a Integração do UNO ERP com a ferramenta de e-commerce. Quer saber mais sobre essa integração? Confira o próximo bloco:

Backoffice


O UNO ERP funciona como um “sistema de back-office”, que irá gerenciar seus produtos e pedidos, com total integração aos seus estoques com NF-e, etiquetagem de correios e vários outros recursos.

O que o Backoffice (UNO ERP) proporcionará?

  • Emissão de Nota Fiscal Eletrônica impressa ou SAT/NFC-e.
  • Impressão de etiquetas com código de barras para os correios – SIGEP WEB
  • Monitorar os preços dos concorrentes e garantir que o seu preço é o mais competitivo.
  • Controle de estoque integrado ao e-commerce.
  • Gestão das movimentações de estoque.
  • Publicação de produtos em tempo real na Loja Virtual.
  • Curva ABC de produtos e clientes.
  • Leitura de arquivos CNAB.
  • Estatísticas completas de vendas.
  • Integração com compras coletivas (Marktplaces).
  • Garantia de compatibilidade com a Plataforma de Loja Virtual.

Conclusão


A Integração EZCommerce ERP é ponte para o sucesso de sua Loja Virtual. Utilize todos os recursos disponíveis para garantir a máxima eficiência dessa ponte. Apesar de os últimos ensinamentos deste artigo terem um viés fortíssimo de vendas, com bem pouco esforço é possível integrar as plataformas para uma visão de negócio e colocar na prática os recursos listados. Saiba mais sobre a plataforma EZ Commerce, acesse www.ezcommerce.com.br. E para saber mais sobre a ERP, acesse www.unoerp.com.br

CTA

Digital Commerce Group supera mercados de e-commerce e tecnologia

hm

Com crescimento de 45%, Digital Commerce Group supera mercados de e-commerce e tecnologia


“25ª PME que mais cresce no Brasil”, EZ Commerce corresponde a 70% da receita de um dos maiores fornecedores de tecnologia para lojas virtuais no país

O comércio eletrônico é um dos segmentos mais saudáveis da economia brasileira, movimentando R$ 53,4 bilhões em 2016, ano marcado pela crise, com um crescimento equivalente a 11% em relação ao ano anterior, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm). Já os dados do IDC em 2016 estimam uma alta de 2,6% no mercado de Tecnologia da Informação no país.

Se o ano foi positivo para ambos os setores, quem colheu mais frutos foi o Digital Commerce Group (DCG), fornecedor de tecnologia para lojas virtuais, que obteve um crescimento de 45% no ano. O grupo foi criado em 2016, em Porto Alegre, a partir de um aporte do Criatec 2 – fundo de investimentos em empresas de base tecnológica e perfil inovador – na EZ Commerce, uma das principais plataformas para e-commerce, que figura entre as PMEs que mais crescem no país, de acordo com ranking realizado pela Deloitte.

Consolidada no mercado e mais voltada atualmente para lojas de pequeno e médio portes, a EZ Commerce corresponde a 70% da receita do grupo, que conta ainda com outros dois produtos: a plataforma CORE, para grandes operações, com 20%, e a Octopus, para integração com marketplaces, com 10%. Ao todo, o DCG conquistou 180 contas, totalizando mais de 700 lojas virtuais atendidas, entre elas, GoBOX, Piccadilly e Victorinox.

“O avanço do setor impulsionou o crescimento do grupo também fisicamente, com a duplicação da equipe, que hoje conta com 100 funcionários, e inauguração de um escritório em São Paulo, já responsável por metade das nossas operações”, celebra Henrique Mengue, CEO do DCG.

Para 2017, o grupo espera seguir crescendo na casa dos 40%, especialmente com uma participação maior da Octopus, devido ao mercado promissor de marketplaces. De acordo com o CEO, a ideia é ampliar a atuação da ferramenta, integrando lojas físicas e a Indústria aos shopping centers virtuais. “Nossa busca sempre será em criar um ecossistema unificado de produtos e serviços para venda digital, oferendo ao varejista uma operação completa em todas as pontas com apenas um fornecedor”, acrescenta Mengue.

Promessa Endeavor
Na visão dos executivos do DCG, o mercado de tecnologia para e-commerce deve demandar em 2017 por soluções mais maduras nos quesitos de mobilidade, interação em tempo real e B2B. Para enfrentar o desafio de entregar produtos competitivos para conquistar grandes resultados, o grupo apresentará nova identidade visual e colocará em prática os meses de mentorias recebidas de grandes empreendedores do país no programa “Promessas Endeavor 2016”, para o qual foi selecionada entre empresas do Rio Grande do Sul, e concluído em novembro último.

CTA


Ano novo, loja nova!

Post-blog-anonovo_lojanova


Sem setup e sem percentual sobre as vendas.


Iniciar um novo negócio ou migrar uma operação em andamento são decisões estratégicas que definem o sucesso da sua loja online.

Ainda em 2016, a EZ Commerce mudou seu formato de implantação e eliminou taxas de licença ou setup, agora o lojista contrata todos os serviços sob demanda e sem terceirização, somos responsáveis pela entrega do seu projeto.

Conheça os serviços em que nossos analistas de ativação auxiliam e na concorrência você é obrigado a contratar em outras empresas:

tabela-servicos


Mensalidades Fixas:


Após finalizar a implantação do projeto, continuamos com suporte total ao seu negócio e sem percentual sobre as vendas.

Na EZ Commerce você sabe exatamente o quanto vai pagar, pois são faixas pré-estabelecidas, sem surpresas no final do mês.

CTA


Conheça alguns dos nossos cases



logoge

logobibi

logopiccadilly


logotf

 

logocorpoideal



BLACK FRIDAY MATADORA DCG

A DCG registrou um crescimento recorde no faturamento no Black Friday 2016. Um aumento em torno de 31% com relação a 2015, resultando na melhor campanha da nossa história.



A Black Friday, data mais esperada do Varejo Online brasileiro, foi um sucesso no Digital Commerce Group. Mais de 50.000 visitantes simultâneos e cerca de 760.000 visitantes diários, que geraram mais de 88.000 pedidos. Este excelente desempenho só foi possível através de planejamento e meses de dedicação.

Para atingir estes resultados e superar as expectativas de nossos clientes, foram realizadas diversas melhorias e estudos. Henrique Mengue, CEO do DCG, informou: “ A Black Friday é um projeto anual recorrente, ou seja, que se inicia logo após o término da última Black Friday! Isso porque sempre realizamos uma retrospectiva para aprendermos como melhorar e planejar o próximo ano”.

Confira, o que disse, Giuseppe Zuliani Martinn da loja VentureShop.com.br

“Gostaria de agradecer o empenho e o apoio por vocês e a equipe da EZ Commerce. Deram um show! O site teve recorde de visitas, e raríssimos momentos de lentidão, e pequenos problemas pontuais.”


Chamou a atenção os acessos via mobile que se igualaram aos acessos via desktop, chegando a um pico de 50% de acessos, um crescimento importante para as lojas. Para aumentar a performance e a capacidade de tantos acessos simultâneos, o planejamento foi idealizado em cima do que as plataformas disponibilizaram de infraestrutura na Black Friday 2015, e também no aumento de clientes de novembro de 2015 em diante. Desta forma, melhorou consideravelmente o desempenho das lojas e a navegação dos clientes. Ivan Correa – Co-Fundador e Gerente de Produto, comentou: “aumentamos significativamente o número de servidores físicos, melhorando a robustez e desempenho das lojas”.

“Vi muitos sites com lentidão extrema e alguns até inacessíveis ao longo da noite, porém aqui conosco tudo transcorreu da melhor maneira possível e vocês realmente estão de parabéns. Quando dizemos e cobramos que precisamos, contamos com vocês para chegarmos ao nosso caminho de sucesso. É justamente isso que esperamos de vocês”.
Eduardo Kebedys – ladoatleta.com.br


bf1

Para garantir o sucesso do cliente, foi habilitada uma War Room, uma sala cheia de especialistas em prontidão 24h, para acompanhar o tráfico e atender de forma espetacular os lojistas virtuais. Foram implantadas uma sala na sede do DCG em Porto Alegre e a outra sala na filial localizada em São Paulo.

“Tivemos um problema na virada da Black Friday, pois havia 950 acessos e alguns caindo no easy checkout. Ligamos para Ez e foi solucionado em 5 minutos (isto a meia noite)”.
Rychell Sousa – maquiadoro.com.br


Com base na experiência dos consultores de e-commerce na gestão de várias lojas de sucesso e em parceria com o Marketing do grupo DCG, elaboramos uma série de artigos destacando estratégias vencedoras para aproveitar ao máximo o alto tráfego tradicional da data. O objetivo foi estimular ainda mais as taxas de conversão de visitas e trazer o máximo em vendas com o mínimo de investimento.

02_12_2016_13_37_48

A percepção final foi de sucesso total. A infraestrutura das plataformas suportaram tranquilamente todo o período da Black Friday. Fernando Rosa, da loja gsuplementos.com.br agradeceu através do seguinte depoimento:

“Estou mandando essa mensagem para agradecer pelo suporte e pela plataforma, sem dúvida é a melhor do mercado hoje. Quem busca o melhor para a empresa, tem que escolher os melhores sistemas, nós escolhemos certo, escolhemos a plataforma CORE. Vocês fazem parte do nosso crescimento e história. Obrigado!”


Os resultados da Black Friday 2016 foram positivos, os clientes do grupo tiveram ganhos muito expressivos, parte pela venda direta na loja virtual, parte por marketplaces. O atendimento e pós-venda foram essenciais para ajudar no sucesso da operação, a tecnologia suportou toda a demanda concentrada de acessos sem gerar gargalos ou lentidão.

A Black Friday  foi um sucesso!

Fonte: EZ Commerce/DCG