Dicas para usar as mídias pagas a seu favor na Black Friday

2

Redes de pesquisa, como o Google Adwords, e sociais, como o Facebook, serão seus melhores aliados nessa hora.

As mídias digitais conquistam cada vez mais a confiança do consumidor e se transformam dia a dia no principal canal de busca por informações de produtos e marcas. Por isso, se você deseja que a sua loja online participe dos períodos de grandes vendas, como a Black Friday, uma das datas mais esperadas pelo comércio, saiba que parte fundamental do processo é ter uma estratégia de marketing digital que proporcione à sua empresa uma comunicação com o público de forma direta, personalizada e nos momentos mais oportunos. A nossa dica ao ingressar nesse universo é estar por dentro de todas as possibilidades de divulgação e, assim, gerar mais lucros para o seu negócio.

Durante a Black Friday, por exemplo, é necessário saber qual o melhor caminho para que sua empresa apareça no mercado de forma eficiente. Em primeiro lugar, entenda onde estão seus consumidores e o que eles desejam, para planejar e investir o seu dinheiro de maneira eficaz. Uma loja online pode colocar à venda todos os produtos do estoque, incluindo aqueles acumulados que precisam estar à vista para gerar um rodízio, ou aqueles menos vendidos, mas bastante procurados, em que um desconto pode aumentar o potencial de venda. Então, aproveite a data de promoção para chamar a atenção do público e fazer com que a sua marca seja vista.

Por que investir em mídias digitais pagas

Um dos principais motivos para investir nas mídias digitais pagas está na necessidade do acompanhamento das reformas que os avanços da internet proporcionam ao mundo dos negócios. Além disso, de acordo com um estudo do Varejo no Brasil, realizado pelo Center for Consumer Insight (CCI) do The Boston Consulting Group, a internet influencia mais da metade de todas as compras do varejo brasileiro, com cerca de 106 milhões usando a internet em algum momento para fazer compras. Então, não deixe de preparar o seu varejo e planejar as melhores formas de ter sucesso nas vendas.

Para atrair o público nessa Black Friday invista nas principais plataformas usadas pelos varejistas para divulgação de anúncios. Entre elas estão as redes de pesquisa, como o Google Adwords, e as redes de displays, como sites parceiros do Google que permitem a divulgação de anúncios gráficos e rich media (anúncios com recursos avançados como vídeo, áudio ou outros elementos) em domínios que fazem relação com as palavras-chaves da sua campanha. Conte também com as redes sociais como o Facebook e Instagram.

Entenda como estas mídias funcionam

Para ter êxito nas suas campanhas de publicidade durante a data, os anúncios dos produtos precisam chegar pontualmente aos consumidores em potencial para a sua empresa.

Pelo Google Adwords, você pode segmentar essas campanhas por público, interesse, região, sexo, gênero, entre outros; escolher dia e horário; utilizar palavras-chave, selecionando termos que mais se encaixam com o segmento escolhido, com o objetivo da ação e até mesmo com o produto, para aparecer na rede de pesquisas do Google (encontre as palavras mais buscadas por meio do Google Keyword Planner); além de controlar os custos, estabelecendo orçamentos por dia ou por um período determinado.

Já pelo Facebook, essas funções são mais específicas, exigindo que você segmente por público, localização, idade e sexo. Na ocasião, a própria rede social lhe dá a opção de divulgar a campanha também no Instagram.

Depois de definidas as plataformas, pegue, por exemplo, aquele produto que está em grande quantidade no seu estoque e crie um texto (rede de pesquisa) ou banner (rede de display ou nas redes sociais) com informações básicas sobre ele, mostrando a sua marca e o preço com desconto no caso da Black Friday. Selecione os segmentos, escolha o melhor orçamento para o seu bolso e permaneça no controle dos resultados.

Investimento em prol do retorno

Seja para os empreendedores de grande porte, donos de e-commerces, ou até mesmo para aqueles empreendedores individuais que vendem produtos online, a implantação e execução de uma boa campanha não demandam grandes orçamentos mesmo na Black Friday. As mídias digitais pagas exigem certo custo, porém, são mais baratas que qualquer investimento em anúncios nas mídias tradicionais como jornais, revistas ou televisão. Sendo assim, lembre que a data ocorre durante um único dia do mês e que o seu anúncio numa revista pode ser não visto a tempo pelo consumidor. Já pela agilidade e maneira inteligente como funciona uma mídia digital, os seus anúncios são expostos ao consumidor e tendem a ser mais eficazes.

Os investimentos variam de empresa para a empresa. Os custos em qualquer plataforma já são convertidos para a moeda brasileira. O valor mínimo que você pode gastar em um anúncio é de R$ 5. O seu investimento pode ser aplicado para um único dia (o que é muito bom para quem participa da Black Friday) e gasto nessas 24 horas ou, se não for totalmente gasto, pode ser usado em outro momento, editando a campanha para outro período. Além disso, o anúncio sempre será cobrado por clique, ou seja, você só paga se o usuário clicar no link e acontecer o redirecionamento para o seu site. Dessa forma, quem participa da Black Friday não tem perigo de investir além do orçamento já previsto, devido a esse controle oferecido pela plataforma, e no final não terá prejuízos.

Monitoramento

Tanto as redes de pesquisa quanto as redes sociais podem levar benefícios para a sua empresa durante a Black Friday. As primeiras viabilizam e realizam um conhecimento maior da marca. As segundas têm o poder de atingir o consumidor mesmo que ele não esteja ciente das promoções que a sua empresa tem para aquela data.

No entanto, para que ao final do dia os resultados sejam positivos, você precisa saber que somente uma boa plataforma de comércio eletrônico, como a EZ-Commerce, consegue sustentar o número de acessos que as campanhas podem gerar para a sua loja online.

Além da ajuda do gerenciador de anúncios que as próprias plataformas oferecem, essa ferramenta permite que você acompanhe os movimentos da campanha, confira se as palavras-chave adicionadas estão rendendo e verifique o horário que as pessoas estão clicando nos seus anúncios. Sem isso, o seu negócio não conseguiria acompanhar a grande demanda que a Black Friday instiga e nem fazer as alterações necessárias como o desligamento de uma campanha caso o produto acabe ou mudanças nos investimentos que evitam desperdícios e geram maiores lucros.

Então, não perca tempo e coloque as mídias pagas a trabalharem a seu favor nesta Black Friday. Lembre-se: pesquisa do Google realizada em agosto aponta que três em cada quatro consumidores do varejo online brasileiro estão bastante animados para a edição 2016 da Black Friday. Não perca essa chance.

Confira as opções da EZ Commerce pelo site www.ezcommerce.com.br

CTAf