42 % dos investidores-anjos têm interesse em investir em e-commerce

 angel-investor

Segundo pesquisa realizada pela Anjos do Brasil, 75% dos investidores-anjos preferem investir na área de TI (tecnologia da Informação). Além desses, outros 56% tendem a investir em aplicativos para smartphones, 44% em saúde/biotecnologia, 42% em e-commerce, 38% em educação, 35% em entretenimento e 13% em outros setores.

A estudo apontou ainda que a principal dificuldade que um anjo tem quando investe em uma empresa é a falta de estímulos fiscais, o índice ficou com 3,2 em média (de uma máximo de 4), seguido por dificuldades de desinvestimento e de receber projetos bons, ambos com média 3.

Em relação ao perfil dos investidores-anjos, 50% têm como atividade principal ser empresário/empreendedor. A outra metade é dividida entre executivos (29%), profissionais liberais (6%), outros (2%) e os restantes 13% são por profissionais dedicados a investimento.