Comércio virtual já fatura R$ 12,74 bilhões

Pesquisa sobre o comportamento dos consumidores de lojas virtuais

Empreendedores enxergam oportunidades na internet e passam a apostar em novos negócios digitais pelo Brasil, como lojas virtuais. É o que aponta a pesquisa realizada pela E-bit, especializada em informações sobre o setor. Segundo o estudo, só nos seis primeiros meses do ano, o e-commerce movimentou R$ 12,74 bilhões. O que revela uma alta de 24%, comparando com o ano de 2012. Porém, essa performance, no entanto, não deve esconder os desafios do segmento. Se a tecnologia ficou mais acessível, a logística ainda preocupa.

Com ticket médio de R$ 359,49 e mais de 35 milhões de pedidos, o fator frete grátis é importante no momento de decidir pela compra online. São 45% dos entrevistados que afirmam que sempre escolhem a opção de frete mais barata, além de 29% dos consumidores sempre procurarem uma loja virtual especificamente por causa das opções de frete.

Além disso, 59% dos entrevistados buscam melhores preços, 44% escolhem comprar em lojas virtuais pela facilidade em comparar preços, 40% pelas promoções, 36% leva em consideração o frete grátis, 28% compra online pela praticidade/conveniência e 20% consomem em lojas virtuais pela velocidade de entrega.

Para você entender ainda mais os números e tendências do e-commerce brasileiro, o Estadão PME preparou um infográfico especial que mostra tudo o que você precisa saber antes de começar a implantar a sua loja virtual.

Confira abaixo o infográfico:

Infográfico sobre o comércio eletrônico brasileiro e as tendências dos consumidores nas lojas virtuais

Fonte: Estadão PME