Digital Commerce Group (DCG) chega ao mercado para criar ecossistema para vendas digitais

Web

Com investimento inicial de R$ 5 milhões do fundo Criatec 2 (BNDES), Bozano Investimentos e Triaxis Capital, grupo engloba EZ Commerce, Plataforma CORE, Octopus e Services

Ao oferecer soluções personalizadas e integradas para diferentes perfis de clientes, DCG espera faturar R$ 18 milhões em seu primeiro ano

Criar um ecossistema para a venda digital é o objetivo do Digital Commerce Group (DCG), grupo criado pela EZ Commerce, plataforma para lojas virtuais com experiência de quase uma década. O investimento inicial é de R$ 5 milhões, provenientes dos fundos Criatec 2 do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Bozano Investimentos e Triaxis Capital.

Como uma espinha dorsal de um conceito de inovação para o mercado de e-commerce, o DCG engloba quatro companhias: a EZ Commerce, que passa a se concentrar em lojas virtuais de pequeno e médio portes (PMEs), e outras três novas empresas: CORE, plataforma para médias e grandes operações, Octopus, gestão e inteligência para MercadoLivre e Marketplaces; e Services, consultoria especializada em comércio eletrônico.

“Nossa missão é construir e adquirir tecnologia de ponta, com a operação de venda online que requer um conjunto de soluções e serviços para serem oferecidos de forma integrada e a um preço competitivo”, afirma Henrique Mengue, CEO da EZ Commerce, que torna-se presidente e diretor executivo do conselho do DCG. “O grupo conta com um portfólio de empresas e produtos que possuem sinergia e melhoram a experiência do varejista”, completa.

Expectativas

O DCG conta com uma infraestrutura centralizada de apoio para todas as empresas do grupo, com departamentos financeiro, jurídico e comercial unificados. A estratégia de crescimento é inorgânica, ou seja, novos empreendimentos do ramo digital podem ser adquiridos e incorporados ao guarda-chuva do grupo, que espera faturar R$ 18 milhões em seu primeiro ano.

Pelo nome forte no mercado e vencedora do Prêmio MercadoLivre 2015, na categoria “Melhores Práticas em Tecnologia”, a EZ Commerce assume inicialmente como carro-chefe do grupo, responsável por uma participação estimada em 65% do faturamento, seguido pelo lançamento da Plataforma CORE (25%), e os demais 10% divididos entre Octopus e Services, também recém lançados.

Fonte: E-commerce News/