Procon-RJ intima 25 sites de e-commerce

e-commerce-blog
O levantamento realizado pela a Secretaria Municipal de Defesa do Consumidor do Rio de Janeiro constatou irregularidades em 25 sites de e-commerce. As lojas online foram notificadas pelo Procon-RJ, por não cumprirem totalmente as exigências estabelecidas no Decreto 7.962/2013, que regulamenta as atividades no segmento, em vigor desde maio deste ano.

Alguns sites de e-commerce não havia ao menos as informações básicas exigidas, disponíveis em local de fácil visualização, tais como telefone, endereço físico e número de CNPJ, muito menos as cláusulas do contrato. Segundo Pablo Cerdeira, um dos responsáveis pela avaliação, ‘uma única irregularidade basta para que a empresa seja notificada. Neste levantamento ficou claro que nenhuma cumpre integralmente o que determina o decreto. A questão do contrato, por exemplo, é preocupante, pois deve ser exibido de forma que o consumidor não tenha que ficar procurando no site. E não foi isso que vimos durante a fiscalização eletrônica”.

Método de avaliação
O órgão atribui nota zero para os sites que não divulgam nenhum dos dez itens básicos exigidos por lei, 50 para os que divulgam parcialmente, e 100 para os que divulgam totalmente. Das 25 empresas notificadas, sete receberam notas entre 30 e 50, enquanto quatro ficaram entre 55 e 65, oito entre 70 e 75, e apenas seis alcançaram nota 80.

De acordo com o Procon-RJ, inclusive as lojas virtuais que receberam notas altas foram notificadas. Todas devem prestar esclarecimentos e podem ser multada e até ter as vendas online suspensas caso não se adaptem ao decreto federal. “Por se tratar de um decreto federal, pedimos à Secretaria Nacional do Consumidor, – Senacon, que nos ajude a monitorar esses sites após a notificação. Queremos verificar se elas irão, finalmente, passar a cumprir a lei, adequando as informações divulgadas nos sites”, assegura Solange Amaral, secretária municipal.

Fonte: (E-Commerce News)